2
[Quadrinhos] O pensamento de Aldous Huxley e George Orwell frente a frente

O colega Guilherme compartilhou no GReader essa pérola. Uma HQ kind-of-journalism mostrando o pensamento do autor Neil Postman, pesquisador dos estudos culturais relacionados à mídia. Postman é autor dos livros (traduzidos para o português, entre outros):O Desaparecimento da Infância e Tecnopólio: A Rendição da Cultura à Tecnologia. Pelos títulos já dá pra observar como o cara é pessimista, certo? Autores americanos dos estudos culturais e de mídia são assim, mesmo: dificilmente você encontra um meio termo, apenas extremos (basta ver o quanto Henry Jenkins é um cara super otimista).

A HQ abaixo mostra as ideias de Postman no livro Amusing Ourselves to Death: Public Discourse in the Age of Show Business, que ainda não foi lançado no Brasil, mesmo sendo de 1986. É conveniente falar que a HQ mostra como o pensamento de Huxley é o mais próximo da realidade contemporânea em detrimento do de Orwell. Isso, obviamente, soa um tanto oportunista, tendo em vista que o futuro apresentado por Orwell já passou (regimes fascistas, oi?) – e o enunciado dá a entender que suas ideias falharam. Porém, trago pra vocês porque, além de ter óbvios insights interessantes, é uma espécie de resumão dos conceitos culturais apresentados pelos autores em duas das obras literárias mais importantes do século passado: Admirável Mundo Novo e 1984. Preciso nem dizer que a leitura das duas é obrigatória, né?

Clique no “Leia mais” para ver a HQ inteira.

Via

Tags: , , , ,
2 Comments
  1. Tá aí dois profetas do pensamento pós moderno que anteviram ideias que hoje são objeto de estudo e reflexo da nossa sociedade atual. A complexidade que Huxley e Orwell escreveram seus livros, que tive o prazer de ler!, é mipressionante. Somente tendo acesso a eles e se aprofundando no mundo proposto nos dois enredos é que temos dimensão de como eles foram maravilhosos. Mesmo assim muitos teóricos não dão tanta atenção aos dois, atribuindo somente a Mcluhan as ideias inovadoras para a época.

    Fica aí a recomendação para quem gostou dos quadrinhos gastar um pouquinho do tempo para conhecer as obras desses gênios.

    • A literatura ficcional é sempre uma excelente referência para os estudos culturais e de mídia, Vanessa…o próprio Mcluhan usa Shakespeare pra exemplificar alguns dos seus pensamentos em "os meios de comunicação como extensões do homem". =)

Your Name Email Website